Jornal Folha do Araguaia, MT

Nova Logo Jornal Folha

Boa Noite  -  Hoje é 26 de Maio de 2019

Em Canarana - MT - Max 35° . Min 20°


Atualizada - Valparaíso de Goiás - Aluno suspeito de matar coordenador de escola é apreendido e diz que teve 'momento de fúria'

Declaração foi dada à Polícia Civil. Segundo investigação, estudante atirou após a vítima dizer que iria transferi-lo de colégio.
utf8_encode($row_noticia['not_titulo']

Paula Resende, G1 GO


A Polícia Civil apreendeu nesta quarta-feira (1º) o estudante de 17 anos suspeito de matar um coordenador da Escola Estadual Céu Azul, em Valparaíso de Goiás, no Entorno do Distrito Federal. Segundo a investigação, Júlio Cesar Barroso de Sousa, de 41 anos, foi morto após uma discussão no colégio.
 
"O menor alega que foi um momento de fúria, com a professora e depois o professor, mas não tem justificativa nenhuma. Foi um ato covarde", disse o delegado regional, Rodrigo Mendes.
 
G1 não conseguiu localizar a defesa do adolescente até a última atualização desta reportagem.
O adolescente fugiu após o crime, que aconteceu na terça-feira (30). Segundo Mendes, o aluno foi apreendido no início desta tarde, na casa de um parente em Novo Gama, a cerca de 10 km de distância de Valparaíso de Goiás.
 
“A própria família não coaduna com o comportamento do menor. Após negociações entre a Polícia Civil e a família, nós nos deslocamos até essa residência. Ele estava escondido numa árvore, nos fundos da residência, e acabou se entregando”, disse o delegado.
 
 
Um professor do Colégio Estadual Céu Azul, localizado em Valparaíso (GO), morreu após ser baleado por um aluno dentro da unidade de ensino. O caso aconteceu por volta das 15h desta terça-feira (30/4), no munícipio goiano localizado a 35km de Brasília. O servidor foi identificado como Júlio César Barroso de Sousa, 41 anos, e também atuava na coordenação da instituição. 
 
A direção da escola confirmou o caso. A Polícia Militar, o Serviço de Atendimento Móvel de Emergência (Samu) e o Corpo de Bombeiros foram acionados. Apesar da atuação dos socorristas, Júlio não resistiu e morreu ainda no local.
 
De acordo com alunos do colégio que estavam em aula durante o atentado, ao menos três disparos foram efetuados pelo atirador. "Ele era aluno e foi expulso do colégio. Ele chegou a ameaçar o professor antes de matá-lo", contou um estudante, que terá a identidade preservada. Correio Braziliense
banco_img/banners/banner_14/7164780288.gif
Atualizada - Valparaíso de Goiás - Aluno suspeito de matar coordenador de escola é apreendido e diz que teve 'momento de fúria'
Atualizada - Valparaíso de Goiás - Aluno suspeito de matar coordenador de escola é apreendido e diz que teve 'momento de fúria'
  •   Fonte: Paula Resende, G1 GO  
  •   |  
  •   01 de Maio de 2019  


banco_img/banners/banner_20/7187877967.png
banco_img/banners/banner_15/1613691579.gif




ENQUETE

O que você achou de nosso' site?




NEWSLETTER

Cadastre-se e receba nossas notícias e informativos


Copyright © 2018 - JORNAL FOLHA DO ARAGUAIA - SOCIALITE VIP.

Todos os direitos reservados.